COVID-19 – Quanto mais cedo nos distanciarmos mais cedo nos abraçaremos…

 

 

 

A Dinamarca ?? regista hoje (14/3) a primeira vítima mortal por Coronavirus. Um homem de 81 anos admitido no hospital de Herlev aparentemente com histórico de outras complicações prévias à infeção pelo vírus. As autoridades estimam que entre 1600 e 5600 pessoas irão morrer na Dinamarca por esta motivo. Um número que parece elevado (e é) mas esperamos que estejam certos neste cálculo e na estimativa de, com o sucesso das medidas de contenção, fiquemos mais perto dos 1600. Porquê? Porque mesmo no pior cenário (5600) ficaríamos nos 0,1% da população da Dinamarca e considerando que 80% da população terá contacto com o vírus, isso representaria uma mortalidade inferior a 2% dos infetados.
Dos infectados, estima-se que 80% terão doenças leves a moderadas, enquanto 15% terão uma doença que exigirá tratamento hospitalar. Cinco por cento dos infectados precisarão de tratamento intensivo.
É assim fundamental contribuirmos para o sucesso das medidas de contenção e atrasarmos a disseminação do vírus de forma a que aqueles que necessitarem de tratamento, possam ter acesso a ele e assim minimizar o número de fatalidades.
Força e pensamento positivo ?? estamos num país pioneiro em muitas matérias fundamentais e esperemos que Portugal ?? siga o exemplo.